Com base no planejamento estratégico da Prefeitura de Salvador (2017 a 2020), a Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), inicia a implementação do atendimento nas sedes de Prefeituras-bairro, onde ocorre o maior número de denúncias nas Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (DEAMs), para informações sobre os serviços oferecidos pelos Centros de Referência e Atendimento à Mulher em Salvador (CRAMs). 

 

Intitulado CRAM em Movimento, o serviço começa nesta terça-feira, dia 7 de janeiro, a partir das 9h, na Prefeitura-Bairro do Subúrbio, localizado na Rua Pará, número 15, em Paripe. Onde será ofertado um momento de bate-papo e esclarecimentos sobre a violência contra a mulher. 

 

“O objetivo da iniciativa é promover, por meio da divulgação dos serviços prestados pela SPMJ, o direito ao atendimento digno, realizado por uma equipe multiprofissional capacitada, proporcionando a essas mulheres a liberdade de procurar ajuda no rompimento ao ciclo da violência em que se encontram”, explica a secretária da SPMJ, Rogéria Santos.

 

No decorrer do ano, nas demais unidades das Prefeituras-Bairro, serão realizadas palestras com foco na violência doméstica, com equipe técnica dos serviços (Centro de Referência de Atenção à Mulher Loreta Valadares - CRAMLV e Centro de Atendimento à Mulher Soteropolitana Irmã Dulce - CAMSID); rodas de conversa, triagem, ação educativa com distribuição de material informativo, assim como, caso necessário, o encaminhamento das mulheres que necessitarem de atendimento especializado, como também para a Rede de Enfrentamento à Violência contra Mulher (GEDEM, NUDEM, DEAM, 1ª, 2ª e 3ª Vara de Violência Contra Mulher de Salvador; Ronda Maria da Penha, Ouvidoria, Conselho Tutelar, e outros).

 

 
0
0
0
s2sdefault